NEUROPSICOLOGIA DOS TRANSTORNOS ALIMENTARES

 

A Neuropsicologia dos Transtornos Alimentares é uma área de inovação no Brasil, dentro do campo de pesquisa e no atendimento de pessoas que apresentam déficits cognitivos relacionados ao comportamento alimentar.

Nas avaliações neuropsicológicas em pacientes com TA, além das complicações clínicas, também são identificadas alterações neurocomportamentais, déficits cognitivos e distorções da imagem corporal. Portanto, a avaliação neuropsicológica desses pacientes, tem como principal finalidade investigar o estabelecimento da extensão, do impacto e das consequências cognitivas e comportamentais, na adaptação emocional e social geradas pela patologia ou por disfunções ou lesões cerebrais.

Essas alterações neurocognitivas específicas podem desempenhar um papel no desenvolvimento e manutenção desse transtorno.

AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA

 

A avaliação neuropsicológica é um procedimento que busca conhecer o funcionamento cognitivo do indivíduo, a partir da análise das funções cognitivas: inteligência, memória, atenção, linguagem, aprendizagem, funções executivas e motoras, relacionando-as ao comportamento e emoções, auxiliando no diagnostico diferencial, no diagnóstico precoce, na compreensão da extensão de déficits funcionais, atrasos e alterações,  estabelecendo os tipos de intervenção especificas e adequadas, bem como o desenvolvimento de um plano de reabilitação.

ANOREXIA NERVOSA

Em pacientes com Anorexia Nervosa identificamos alterações neuropsicológicas significativas, com maiores prejuízos nas funções executivas, que são as habilidades cognitivas que nos permitem controlar e regular nossos pensamentos, nossas emoções e nossas ações diante dos conflitos ou das distrações. Encontramos déficits na Flexibilidade Mental, Tomada de Decisão, Controle Inibitório, Planejamento, Coerência Central, Atenção e Memória Operacional. 

BULIMIA NERVOSA

Pessoas com Bulimia Nervosa apresentam uma sensação de completa perda de controle alimentar ingerindo compulsiva e indiscriminadamente grandes quantidades de alimentos em um período muito curto de tempo – episódio bulímico. Esta ingestão é seguida de um sentimento de culpa, vergonha e medo de engordar, levando o paciente a induzir o vômito, em geral várias vezes ao dia, bem como o uso de laxantes, diuréticos ou inibidores de apetite e à prática de exercícios físicos de maneira exagerada. Apresentam um perfil neuropsicológico parecido com o da Anorexia Nervosa, com maiores prejuízos nas funções executivas, prejudicando as habilidades em lidar com situações em que precisa tomar decisões, flexibilizar comportamentos, manter o controle de impulsos, bem como um apego a detalhes ou informações locais em detrimento de um todo, com prejuízos atencionais e consequentemente no armazenamento de informações. 

TRANSTORNO DE COMPULSÃO ALIMENTAR

No Transtorno de Compulsão Alimentar, identificamos um comportamento de descontrole alimentar com uma ingestão compulsiva de grandes quantidades de alimento durante o dia, com a sensação de perda de controle.

 

Considerando o Perfil Neuropsicológico de pessoas que apresentam esse Transtorno Alimentar, identificamos um prejuízo atencional significativo, tanto nos aspectos de seletividade, quanto em sustentar a atenção, muitas vezes acompanhado de um relato de dificuldades na memória. Além do mais, apresentam prejuízos nas Funções Executivas, onde os maiores prejuízos se dão na Flexibilidade Mental, na Tomada de Decisão e no Controle Inibitório.

Reabilitação Neuropsicológica / Cognitiva para pacientes com transtornos alimentares

Considerando essas principais alterações cognitivas encontradas em pacientes com Transtornos Alimentares, bem como os aspectos sociais, são propostos programas de reabilitações neuropsicológicas que visam não só a reinserção social, como a vida produtiva do indivíduo, levando em conta suas limitações. Dentro das atividades propostas são considerados o treino de habilidades cognitivas, a aprendizagem de uso de estratégias compensatórias, organização e o planejamento de rotinas e a prática de atividades funcionais, dentre outras, sendo estas propostas de forma individual ou grupal.

Intervenções:

REABILITAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA /
COGNITIVA
USO DE PROGRAMAS
COMPUTADORIZADOS
TERAPIA DE REMEDIAÇÃO
COGNITIVA - TRC
TERAPIA COGNITIVO
COMPORTAMENTAL
  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Twitter - círculo cinza

Copyright © 2020 Andreza Carla Lopes

Criado por @joio.studio